Fretes: FOB e CIF

10/02/2021 • categoria:Contabilidade, E-commerce comentários •
Fretes: FOB e CIF

A contratação de frete envolve algumas análises que vão além de preço, tais como a qualidade do serviço, a reputação da empresa transportadora e as condições de pagamento, por exemplo; também é necessário determinar quem irá arcar com os custos e as responsabilidades do serviço.

Para te ajudar a entender melhor qual é a diferença entre frete FOB e CIF, preparamos este artigo apontando quais as características e vantagens de cada um desses tipos de frete. 

O que é o frete FOB?

O frete FOB vem da sigla em inglês de Free on board, que significa “livre a bordo”, quando traduzido literalmente. Neste tipo de frete, todas as responsabilidades são assumidas pelo cliente, bem como os custos de transporte. A responsabilidade se inicia no momento em que a carga é embarcada, até o momento da entrega. Quando o transporte é internacional, o envio da carga do ponto de origem até o momento em que ela será embarcada fica por conta do fornecedor.

Para o vendedor, essa é uma boa alternativa, já que a sua responsabilidade termina assim que a mercadoria é despachada. Outra característica do frete FOB é que o custo pelo transporte não está embutido no valor cobrado pela mercadoria.

O que é o frete CIF?

O frete CIF, vem da sigla em inglês Cost, Insurance and Freight e significa “custo, seguro e frete”. Neste caso, a empresa fornecedora possui a responsabilidade sobre os custos relacionados ao envio, os riscos também deverão ser gerenciados por ela. Nesses casos, ela só deixa de ser responsável pela segurança das cargas quando a entrega é feita no ponto que o comprador definiu.

Com relação aos custos, o produto geralmente já é ofertado para o cliente com o valor de frete incluído no valor total. Neste caso, ele não vem discriminado na nota fiscal.

Quando escolher frete FOB ou CIF?

Basicamente, de forma resumida, a diferença entre frete FOB e CIF está em quem é responsável pelo transporte, sendo o vendedor ou o comprador. Mas quando será que vale a pena oferecer ao cliente o transporte e quando é melhor deixar que ele arque com estes custos? 

Vantagens frete FOB

  • Mais vantajoso quando a transação de compra e venda é realizada entre duas empresas, nas entregas conhecidas como B2B (business to business). Sendo muito comum, aliás, em casos de mercadorias com alto valor ou mesmo que tenham o frete muito caro;
  • Esse tipo de frete também é muito utilizado em indústrias, quando as empresas já possuem a sua própria rede logística ou contrato com transportadoras. Com isso, o comprador ainda poderá conseguir melhores preços pelo transporte.

Vantagens frete CIF

  • Mais vantajoso nas transações comerciais em que a mercadoria é vendida diretamente para o consumidor final. Este tipo de venda é o que se chama de B2C (business to consumer);
  • Bastante comum em e-commerces (lojas online), devido principalmente ao fato de que organizar a retirada de centenas ou milhares de mercadorias para o frete FOB poderia se tornar inviável para o negócio;
  • A entrega de determinadas mercadorias pode exigir algumas necessidades específicas e que o consumidor final geralmente não possui condições de atender. Por isso, é comum optarem por não ter essa preocupação e já contratarem o frete no momento da compra da mercadoria.

O frete CIF pode ser um grande diferencial para o vendedor, pois se trata de um ponto competitivo junto aos concorrentes.