Fim da Nota Fiscal Avulsa para MEI no Distrito Federal

28/09/2021 • categoria:Contabilidade comentários •
Fim da Nota Fiscal Avulsa para MEI no Distrito Federal

De acordo com a Portaria nº 160, publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), os microempreendedores individuais poderão emitir a Nota Fiscal Avulsa somente até 31 de dezembro de 2021. A partir desta data a NFA-e será suspensa e passará a ser exigida a emissão de NF-e e NFS-e. Ou, como é o caso do Distrito Federal, a Nota Fiscal Conjugada, a qual inclui a venda de mercadorias e prestação de serviço. 

O que vai mudar para o MEI do Distrito Federal?

A partir do dia 31 de dezembro deste ano, haverá obrigatoriedade de NF-e para os microempreendedores individuais do DF. Sendo assim, essa alteração significa que a partir dessa data os MEIs do Distrito Federal deverão adotar a Nota Fiscal Eletrônica e dispensar a utilização da Nota Fiscal Avulsa.

A NFA-e é uma nota que costuma ser muito utilizada por MEIs, justamente por exigir menos das empresas, o que acaba facilitando o processo de emissão fiscal. Por outro lado, a emissão da Nota Fiscal Avulsa não garante o mesmo controle gerencial que é possível ao emitir a Nota Fiscal Eletrônica. 

O que é necessário para a emissão de NF-e por MEIs no Distrito Federal?

Existem alguns passos importantes para começar a emitir as Notas Fiscais Eletrônicas, confira a seguir quais são os requisitos:

  • Credenciamento na Sefaz do estado 

Para que seja possível realizar as emissões fiscais é necessário realizar o credenciamento da Sefaz DF e solicitar a inscrição estadual da empresa. Para isso, basta acessar o site da Sefaz e solicitar o credenciamento para estar habilitado a iniciar as emissões fiscais.

  • Certificado Digital

O Certificado Digital é um arquivo criptografado onde constam todos os dados empresariais da organização com validade jurídica, e serve como assinatura digital para documentos e processos fiscais realizados juntos à Receita Federal. O Certificado Digital pode ser adquirido através das Autoridades Certificadoras (AC) aptas a emitir as certificações, elas podem ser encontradas no site do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação. 

  • Emissor de NF-e 

Para que seja facilitado o processo de emissão de Nota Fiscal, é interessante a contratação de um software de emissão de Notas Fiscais.

Através da WebmaniaBR é possível realizar as emissões tanto de NF-e quanto NFS-e para o Distrito Federal, de maneira simplificada e em poucos cliques. Para visualizar os planos de emissão e adquirir os 30 dias gratuitos, clique aqui!

Nota Fiscal Conjugada no DF

A Nota Fiscal Eletrônica Conjugada é utilizada no DF quando é necessário registrar a prestação de serviço juntamente com a venda de produtos em uma mesma operação.

A vantagem de utilizar a Nota Fiscal Conjugada é que, ao invés de fazer duas operações, como emitir a NF-e ou NFC-e para o produto fornecido e NFS-e para o serviço ofertado, é possível realizar as duas operações conjuntamente em uma mesma nota, realizando o pagamento de todos os impostos necessários.

Diferentemente das outras localidades em que a nota fiscal de serviço é encaminhada para as prefeituras, o Distrito Federal realiza o envio da NFS-e para a Secretaria da Fazenda (SEFAZ), igual à modalidade de emissão para produtos. Com pequenas alterações nos parâmetros, como a retirada dos impostos pertinentes a produtos, para a NFS-e é acrescido o imposto ISSQN para assim caracterizá-la como serviço.

Conte com a WebmaniaBR para realizar as suas emissões de notas fiscais de forma simplificada. Acesse nosso site e contrate os 30 dias gratuitos para realizar os testes de emissão de NF-e e NFS-e no Distrito Federal!