Sorria, você está sendo vigiado

06/03/2015 • categoria:Tecnologia comentários •
Sorria, você está sendo vigiado

Desde o escândalo em 2013, em que a NSA admitiu que coleta milhões de informações de telefones e servidores para combater o terrorismo, começou a guerra digital de criptografia na Internet. Milhões de empresas e pessoas, começaram a desenvolver tecnologias para criptografar todas as informações e ficar de fora dos olhos do governo americano. Mas depois de quase 2 anos, muitos sites continuam colocando em risco as suas informações.

Captura de Tela 2015-03-06 às 15.16.15

Esse pequeno cadeado, foi criado em 1994 pela empresa Netscape e somente formalizada em 2000, ou seja, já se passaram 21 anos e muitos sites e loja virtuais ainda não aplicam o cadeado como padrão. Essa brecha possibilita que qualquer informação seja interceptada entre o seu computador e o site, podendo coletar desde hábitos de consumo até o roubo de dados de cartão de crédito, informações bancárias, entre outros.

O Google está incentivando a todos os sites utilizar o protocolo HTTPS e como recompensa aumentará o ranking do site no Google, com o objetivo de tornar a internet um lugar seguro para todos. Quer fazer um teste? Acesse o site da loja virtual que você mais gosta e verifica se aparece de imediato o cadeado.

Captura de tela 2015-03-06 15.48.03

Cuidado, a NSA também pode ler a suas mensagens no WhatsApp. Apesar do aplicativo utilizar o protocolo HTTPS, as mensagens não são criptografas nos servidores o que permite obter o seu histórico de conversa através de uma ordem judicial ou ataque hacker.

Captura de Tela 2015-03-06 às 15.20.56

Ficou com medo? Lançado a poucas semanas em português, o aplicativo Telegram promete criptografar de ponta-a-ponta todas as suas mensagens. Os brasileiros já são responsáveis por enviar 700 milhões de mensagens por dia no aplicativo, contra 40 milhões de mensagens por dia dos EUA. Para os interessados em desafios, o Telegram paga US$300 mil dólares para quem conseguir descriptografar.

Comentários